Quais são as fases no processamento de uma transação de cartão de crédito?

Uma transação tem três principais fases:
1. Autorização da operadora de cartão
2. Análise do antifraude
3. Captura

1. Primeiramente, ao criar uma transação, os dados informados são enviados pelo Pagar.me para nossa Adquirente, e então seguem para o Banco emissor do cartão. O Banco é quem tem os dados mais específicos e pessoais desse portador do cartão, e quem pode autorizar a transação (verificando se há saldo disponível, se o cartão está liberado para compras de crédito na internet, se o código de segurança e número do cartão foram digitados corretamente, se a função crédito está habilitada, etc). 

Em caso positivo, então a transação seguirá para a análise do antifraude. Caso contrário, a Adquirente retornará um código que representa o motivo de recusa, normalmente orientando o portador do cartão a entrar em contato com o Banco.

2. O Pagar.me contrata os serviços de antifraude da Clearsale, que faz uma análise estatística cruzando os dados da venda, enviados através do checkout, de acordo com o algorítimo próprio que eles desenvolveram. O modelo estatístico criado pela Clearsale utiliza 59 variáveis e mais de 300 coeficientes, que indicam o grau de propensão à fraude (traduzido em uma pontuação) e dão um rápido retorno. Alguns dados levados em consideração são: histórico no e-commerce brasileiro daquele e-mail, endereço de entrega, número do cartão e CPF. A pontuação em questão indica apenas o grau de propensão à fraude, de acordo com as informações enviadas e analisadas.

Por padrão, o antifraude recusa transações que apresentarem um score de 95 para cima, em uma escala de 0 a 100 (não temos acesso ao conjunto exato que compõe o score, não podendo apontar o que exatamente gerou aquela recusa).

3. Caso a transação seja aprovada pela operadora de cartão e pelo antifraude, então ela deve ser capturada sem problemas.

A fase anterior é pré-requisito para passar para a próxima, assim, se a operadora de cartão negar a transação, esta não passará pelo antifraude, nem será capturada. Mas também, ainda que aprovada pela operadora, caso seja negada pelo antifraude não será capturada.

Você pode observar estas fases em sua Dashboard do Pagar.me, ao entrar na transação:

 

Timeline de eventos

É possível que no caso de autorização pela operadora de cartão e recusa do antifraude o valor apareça na fatura do portador do cartão por até 7 dias. Isso porque a operadora faz uma “reserva” do valor no momento da aprovação. No entanto, como o valor daquela transação nunca será capturado, não haverá desconto na fatura do cliente - caso ocorra, ele será creditado futuramente.

Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.
Powered by Zendesk