O que é chargeback?

Chargeback é a contestação de uma compra, feita pelo portador junto ao emissor do cartão. Na prática, significa que um problema aconteceu no meio do caminho e o comprador pediu ao banco o seu dinheiro de volta.

Esse problema pode ser:

Desacordo comercial

Ocorre normalmente quando há um imprevisto na entrega ou o produto recebido não condiz com o que foi anunciado. Por exemplo, se o item for de outra cor, outro tamanho ou mesmo de qualidade inferior ao que era esperado.

Fraude deliberada

Um fraudador utiliza os dados de uma pessoa idônea para fazer transações. A obtenção dos dados pode ocorrer tanto por engenharia social quanto por ataques de força bruta.

Auto fraude

Quando o cliente simula desacordo comercial ou fraude. Ele pode alegar, para cancelar o pagamento, que há algum problema com a compra ou que houve uso fraudulento de seus dados.

Fraude amigável

O cliente cancela o pagamento por não reconhecer uma compra legítima — por exemplo, ela pode ter sido realizada por um parente próximo.

Erro de processamento

Quando um erro na adquirente ou na operadora do cartão faz com que uma compra seja cobrada em duplicidade, por exemplo.

 

Quando uma dessas situações ocorre, o dinheiro nunca chega ao Pagar.me, já que o banco devolve a quantia para o comprador. Ou seja, quando uma loja recebe um chargeback, o valor daquela venda é devolvido para o cliente e isso é então debitado do lojista.

Receber um chargeback não é algo legal para ninguém envolvido nessa cadeia, por isso o ideal é tomar alguns cuidados para minimizar as chances desse evento acontecer (Como posso evitar receber um chargeback?). Além disso, existem alguns casos nos quais isso pode ser revertido por meio de um processo chamado de reapresentação, para que você consiga o seu dinheiro de volta. Para mais informações, clique aqui.

Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.
Powered by Zendesk